Codico de ética

"ÉTICA REIKIANA "


1) Poder pessoal – Ao trabalhar com a Energia Universal do Reiki, o reikiano precisa se conscientizar de que não está brincando de poder pessoal porque se existe um poder é o da Energia. Mestre, terapeuta e aluno de Reiki não têm poder nenhum sobre a energia de Reiki. Apesar de ser uma técnica da Medicina Oriental e legalizada como Práticas Integrativas de Saúde Pública, o reikiano precisa lembrar que está se colocando a serviço do sagrado. Estude bem a diferença entre religioso e sagrado. Reiki não é religião. Faz parte dos princípios sagrados da inteligência universal de cura. Tudo é energia e tudo é sagrado. Há responsabilidades profundas de cada praticante, aluno ou mestre — assim como há em todos os curadores, não importa a especialidade.

2 – O que fazer e não fazer – Não caberia aqui uma lista de faça isso e não faça aquilo, mas é preciso ter a consciência que a energia é inteligente. Você pode falhar, mas a Energia Universal não falha. A chamada “lei do Gerson” já caducou… Para quem não se lembra, a tal lei pregava que a pessoa deveria tirar vantagens de tudo… Você pode enganar a todo mundo, mas não ao Universo. Por isso é preciso que o reikiano decida: ou trabalha para o bem ou não trabalha com Reiki. Não adianta querer “negociar” moedas com o Universo porque isso não funciona. Reiki é uma terapia maravilhosa, surpreendente, ativa e de cura divina. O praticante perceberá, com o tempo, que não é compatível trabalhar com Reiki e com outros tipos de energia que mexem com o lado escuro da força para barganhar poder.

3 – Karma – Diante do Universo, cada um de nós está aberto aos olhos da imensidão do universo. A Lei do Karma é uma realidade incontestável: “toda ação gera uma reação”. Quem quiser publicar os símbolos sagrados ou vender certificados ou ainda prometer iniciações à distância, assume a responsabilidade por isso e espera a resposta do universo. Mais do que nunca,  esses ensinamentos precisam ser passados com urgência, mas isso não significa desrespeitar o sagrado, as pessoas, os ensinamentos passados de mão em mão no decorrer de muitos séculos. Quantos mestres sacrificaram suas vidas para essa terapia maravilhosa chegasse às suas mãos? Essa noção do sagrado ainda está muito pálida para algumas pessoas, até aquelas que publicam livros sobre Reiki. Mas, isto é um problema cármico dessas pessoas. Quem precisa de Reiki será chamado para o Reiki pela própria energia. Há um ensinamento budista que diz: “você pode dizer que o Sol não existe somente porque hoje está nublado. Mas esse entendimento é só da sua cabeça…”.

4 – Respeito – A norma, então, é respeitar a técnica, os alunos, os clientes, a hierarquia das coisas, a linhagem a que você pertence, os símbolos sagrados e, principalmente, respeitar a você mesmo. Quem desrespeita a linhagem não merece confiança. Quem não se respeita não é respeitado pelo Universo. A recomendação é fazer reciclagens para se renovar, proteger os símbolos, praticar com honestidade, sem a ganância do dinheiro, fazer iniciações corretas, orientar o aluno não só durante o curso mas no decorrer do aprendizado porque qualquer falha no aprendizado a responsabilidade é inteiramente do mestre.

5 – Perfeição – Tentar ser o mais perfeito e honesto possível, sem misturar prosperidade com “pecado” e ganância. Esse discernimento é uma necessidade de cada pessoa, especialmente de quem trabalha com cura. Dinheiro é o resultado do seu trabalho, do seu suor, da sua dedicação e isso é maravilhoso porque a energía é repassada gratuitamente. Agora, obter dinheiro pela ganância, pelo medo, se aproveitando da inocência e dos medos emocionais da pessoa, com falsas promessas de “salvação”, o que você acha que é? Se você ainda se confunde nisso, precisa trabalhar também a sua noção do que é divino e observar o que acontece na vida daquelas pessoas que confundem essas coisas… Não misture a sua vida pessoal com a sua profissão, nem tente transferir para os alunos e clientes os seus problemas pessoais!

6 – Equilíbrio – Todo terapeuta se desequilibra se não se cuidar da saúde física, mental, emocional e espiritual. O reikiano precisa buscar o equilíbrio emocional, pela prática e pela terapia, porque a Energia Universal tenta fazer esse trabalho mas precisa da sua consciência e vontade. Na sociedade poluída em que vivemos hoje, todo mundo precisa de terapia!

7 – Atualização – Leia bastante. Dependendo da situação, tenha a humildade de dizer que não sabe e que vai procurar alguém que saiba. Aquela história de tapetes vermelhos para mestres Reiki é ignorância. Há muito material copiado no mercado e as cópias estão cheias de erros nas informações e há muita coisa que não tem nada a ver com Reiki. Mas, papel aceita tudo, não é?

8 – Inteligência – Nunca é tarde para recomendar que você não deve tentar modificar o Reiki porque esse sistema de cura é codificado pelo Universo Sagrado e ninguém toca nisso. Há muita gente vendendo gato por lebre e você compra se quizer! Reiki não tem nada a ver com energía quântica.

9 – O aluno é quem escolhe o mestre – Sim. Ninguém toma aluno de ninguém. Cada mestre tem a sua parcela no universo. E o aluno é quem escolhe e tem todo o direito de questionar sobre linhagem, data de iniciação, local, etc. O mestre que se preza antecipa todas essas informações e essa facilidade dá segurança ao aluno além de ser puramente ética. Se você mora em uma cidade onde há muitos mestres, lembre-se de uma coisa: o céu é para todas as estrelas — disse um poeta. Faça o seu trabalho com amor e deixe o universo trabalhar a seu favor.

10 – Lição oriental – Esta técnica tem origem oriental e dessa raiz não pode se ausentar. É o aluno quem escolhe o mestre e geralmente já está escrito no nosso destino o nome dos alunos que a gente vai ter, assim como o número e o tipo de cliente que o terapeuta vai ter. Há pessoas que irão se perder fazendo cursos de Reiki pela internet, comprando certificados falsos, com Mestres falsos. Há uma sincronia em tudo no Universo e cada um recebe aquilo que está em sintonia. Acredite: o Universo é extremamente generoso e trabalha de acordo com a sua mente, o seu coração e as suas ações porque cada um de nós funciona como um pilar dos desígnios de todos os grupos universais da luz e do bem, inclusive a Grande Fraternidade Branca — onde reside muitos dos protetores da Terapia Reiki. Há muitas pessoas que se tornarão mestres e nunca terão aluno algum…

11 – Diversidade da sociedade atual – Há ainda pessoas que questionam se Mestres gays podem iniciar e ser iniciados. A resposta é: Quem somos nós para discriminar e assinar em baixo uma discriminação social dessa natureza? Alguém se lembra da escravidão, onde seres humanos eram discriminados pela cor, com a bênção das religiões e das elites da época? De maneira alguma podemos repetir esses erros. Cada ser humano se expressa individualmente da forma que lhe é apropriada. A Lei do Karma explica isso muito bem e nós rejeitamos e condenamos qualquer discriminação de cor, raça, religião e preferência sexual de qualquer ser humano — ainda mais de um reikiano.

11 – O Reiki não substitui o tratamento médico convencional.


INFORMAÇÕES DE CONTATO

THE INNERSPACE

GRABENSTRASSE 1

8952 Schlieren

087 341 78 23

healigalessandra@hotmail.com

MENU RAPIDO

Cursos

Palestras

Tratamentos

Meditaçao 

ME SIGA!